spot_img

Leia a nossa última edição

“É dia de feira, quem quiser pode chegar”

2018_06_24_Primeira_Feira_Livre_Solidaria-MICHEL-8140

 

Todo domingo a Praça Orlando de Barros Pimentel recebe a Feira Livre Solidária. O evento já caiu no gosto popular o que vem se tornando um ponto de encontro, de trocas de experiências e cultura. A previsão é de que o empreendimento também chegue aos bairros de Itaipuaçu, Inoã, São José do Imbassaí, Barra de Maricá e Ponta Negra durante a semana, no “Circuito Feira Livre Solidária”.

Cerca de 130 feirantes de diversos segmentos como hortifrutigranjeiros, artesanato, moda artesanal, gastronomia, cultura, entre outros participam da feira que tem o objetivo de se tornar um espaço para o produtor de Maricá escoar sua produção, além de disponibilizar para os consumidores mais uma opção de produtos de qualidade e com preço justo.

Para o secretario de Economia Solidária, Diego Zeidan, o momento é de resgate. “Nossa principal motivação é resgatar a feira livre como um espaço democrático de trocas. Trazer de volta a cultura do comércio de rua, e incentivar o produtor local. Hoje temos em nossa feira mais de 130 participantes e a tendência é crescer cada vez mais”, afirmou.

A ideia também é estimular que o dinheiro circule apenas em Maricá, por isso os participantes foram estimulados a negociarem com o Cartão Mumbuca e com o aplicativo do e-dinheiro.

2018_06_24_Primeira_Feira_Livre_Solidaria-MICHEL-8143

Fotos: Fernando Silva e Michel Monteiro

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Últimas Noticias

- Publicidade - spot_img

LEIA MAIS