spot_img

Leia a nossa última edição

Proteção Animal planeja rede de castração em clínicas particulares

2018_05_04_Reuniao_Castracao_Caes_Gatos-1476

A Coordenadoria de Proteção Animal da Secretaria de Saúde de Maricá iniciou uma série de reuniões para oferecer o serviço de castração através de clínicas veterinárias particulares. Pela proposta, as unidades farão o procedimento cirúrgico e a Prefeitura vai arcar com os custos de cada uma, cuja prioridade seria dada a protetores de animais de rua e população de baixa renda. O encontro ocorreu no Cineteatro Henfil, onde os donos de clínicas tiraram suas dúvidas.

Durante a reunião, a coordenadora Milena Costa leu o texto do projeto com os comerciantes e explicou algumas condições, como a documentação necessária para credenciamento. “Este é o primeiro de outros encontros que teremos antes do chamamento público oficial, mas esperamos que haja uma adesão significativa porque, além de uma necessidade em razão da grande população de animais de rua que temos, é também um anseio antigo principalmente dos cuidadores”, disse a coordenadora.

Quem endossou as palavras de Milena foi a protetora Thereza de Jesus, que tem 53 anos e há 20 atua na causa. “Isso é um sonho e uma luta de todos nós há anos e espero realmente que se concretize”, avaliou Thereza, que cuida atualmente de 32 animais entre cães e gatos.

No geral, a proposta foi bem recebida pelos donos de clínicas. “Já era uma meta nossa poder atender à população de animais de rua, que agora vemos o governo se mobilizando para realizar”, disse Carla Maria Costa, de 51 anos, proprietária da clínica Animalli, que fica no Barroco, em Itaipuaçu.

2018_05_04_Reuniao_Castracao_Caes_Gatos-1466

Fotos: Katito Carvalho

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Últimas Noticias

- Publicidade - spot_img

LEIA MAIS