spot_img

Leia a nossa última edição

Famílias participam de ação de regularização fundiária em Itaipuaçu

2018_08_11_Segunda_Audiencia_Regularizacao_Fundiaria_Praca_Itaipuacu-FERNANDO-0021

Cinquenta famílias moradoras das ruas 39, 40, 47 e 48, em Itaipuaçu, participaram no último sábado (11/08) de uma reunião sobre a regularização fundiária e urbanísitca da área, promovida pela Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Habitação e Assentamentos Humanos. O encontro, que aconteceu no bar do Xodozinho, efetuou o cadastro dos moradores, colheu os documentos e forneceu todas as orientações sobre cada etapa do processo.

A secretaria da pasta, Rita Rocha, falou sobre a importância dessa ação que tem como objetivo dar dignidade aos moradores que há anos moram nesse local, mas não possuem a documentação legal do imóvel. “Buscamos encontrar as famílias que vivem em situação irregular e conceder a elas o título de propriedade”, explicou a gestora, acrescentando que, em julho, havia sido realizado um primeiro encontro no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

De acordo com Rita, a finalização do processo de regularização das moradias é relativamente rápido. “Levará em torno de seis meses, respeitando as etapas de levantamento de área pelo topógrafo, marcação de cada casa e medição dos lotes. Após isso, nos reuniremos novamente com os moradores para apresentar e aprovar a planta da área elaborada após levantamentos técnicos”, disse. Além desta área em Itaipuaçu, a secretária informou que há mais de 30 outros processos de regularização urbanística e fundiária em andamento. “Estamos em ação na Rua da Corte, em São José do Imbassaí, no Beco do Dantas, em Araçatiba e em Itaocaia, a expectativa é atender à cerca de 30 famílias”, contou.

Morador da Rua 48, Milton Inácio de Lima, de 63 anos, explicou que há mais de 14 anos reside no local, mas nunca conseguiu regularizar seu imóvel. “Mesmo com o comprovante de compra, não conseguia resolver. Não tinha documento, não pago IPTU, e não tenho direito algum. É ótimo ver o empenho da prefeitura que busca ajudar a nós moradores. Esse sempre foi um sonho tanto meu quanto de todas as famílias que vivem aqui”, afirmou.

Eduardo Oliveira, de 37 anos, explicou que seu pai mora no local há mais de 20 anos e sempre aguardou por esse momento. “Sem saber, muita gente comprou terreno em área pública. Ficamos muito gratos ao ver o empenho da prefeitura em nos permitir ter o direito do documento de nossa casa”, contou.

2018_08_11_Segunda_Audiencia_Regularizacao_Fundiaria_Praca_Itaipuacu-FERNANDO-0019

Fotos:Fernando Silva

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Últimas Noticias

- Publicidade - spot_img

LEIA MAIS