spot_img

Leia a nossa última edição

Uma vida dedicada à ensinar

Eunice Coelho está há meio século dedicada a educação em Maricá

DSC01342

São 70 anos de vida, sendo 50 deles dedicados à educação de Maricá. Eunice Coelho nasceu no dia 8 de janeiro de 1948. Filha de Antonio Coelho e Margarida de Mattos Coelho. Caçula de 10 irmãos. Quando crianças, moravam em um sítio no bairro Flamengo onde viveu uma infância bem feliz.
” O sítio era enorme, meu pai cuidava da plantação, havia muitas frutas, galinhas, porcos. Era uma infância muito boa.Quando criança, Maricá não tinha muitas opções de escola. Comecei a estudar na Escola Isolada do Flamengo. Em seguida estudei no Grupo Escolar Domício da Gama, mas lá só ia até a terceira série primária. Fiz exame de admissão e fui estudar no Colégio Maricá onde fiz o Curso Normal e me formei em 1967″, conta.
No ano de 1968, ela foi aprovada no concurso e foi trabalhar em uma escola na cidade de Saquarema. Em 1969, começa a dar aulas na Escola Isolada Itapeteiu. Em seguida foi convidada a retornar ao Domício da Gama onde era responsável pela alfabetização dos alunos.
Eunice foi estudar em Niterói, formou-se em Pedagogia e fez especialização em Problemas no desempenho escolar e educação inclusiva. Começou a se especializar na alfabetização, segundo ela, considerada a melhor de Maricá. Trabalhou na Escola São José, Domício da Gama e no Colégio Maricá. “Quando inauguraram o Joana Benedicta Rangel fui convidada para dar aulas de ensino religioso. Trabalhei também por seis anos na Biblioteca Municipal e desenvolvi o projeto ‘Histórias que a vovó conta”, onde fazia a leitura para as crinças’, comentou.
Atualmente, Eunice é responsável pela biblioteca da Escola Municipal João Bezerra, em Divinéia, na Barra de Maricá. “Estou muito feliz em trabalhar nessa escola. A condução dela pela equipe técnica é de primeiro mundo. No primeiro momento fiquei receosa em vir para cá, hoje não troco por nenhuma escola. Só tenho a agradecer a diretora Simone Reis, a diretora adjunta Stella Aguiar Maia e a Jane Viana, também diretora adjunta. Fui muito bem recebida por todas”, comentou.
Um dos projetos que ela está colocando em prática atualmente na Escola João Bezerra é o Leitura ao por do sol. Onde moradores antigos vão até a escola para fazerem a leitura e contação de histórias para as crianças.
Segundo Eunice, Maricá hoje em dia é outra cidade se comparada com de outros tempos, inclusive no que diz respeito à educação dos jovens. “Hoje Maricá recebe famílias de todas as partes, cabe a nós que somos daqui sabermos conviver em harmonia com ele e poder fazer um bom trabalho de formação desses jovens e crianças”, disse.
Uma de suas atividades além da sala de aula e da escola, é poder ir a igreja. Católica, ela participa de grupos da igreja e diz que a fé em Deus é tudo. “Quero finalizar deixando uma mensagem bíblica. Para tudo há uma ocasião e um tempo para cada propósito debaixo do céu: tempo de nascer e de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou, tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e de construir, tempo de chorar e tempo de rir citando Eclesiates 3 “,finaliza.

DSC01348

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Últimas Noticias

- Publicidade - spot_img

LEIA MAIS