spot_img

Leia a nossa última edição

PS e PSF São José celebram Outubro Rosa com palestra

 

2018_10_29_Palestra_Outubro_Rosa_Posto_Sao_Jose-KATITO-1462

Para celebrar o Outubro Rosa, que visa estimular a participação da população no controle e no diagnóstico precoce do câncer de mama, as coordenações do Posto de Saúde e do Programa de Saúde da Família de São José do Imbassaí organizaram uma tarde de palestras sobre o tema, que aconteceu na última segunda-feira (29/10). “Nossa ideia foi trazer profissionais para esclarecer as dúvidas dos nossos usuários e além disso proporcionar um momento de aprendizado agradável, com palestras, atividades dinâmica e lanches”, explicou a coordenadora do Posto de Saúde de São José, Michele Diniz.

O evento foi aberto por Claudia Souza, responsável pelo serviço de ginecologia e obstetrícia da Secretaria de Saúde do município. “Muitas pessoas demoram a diagnosticar o câncer de mama por medo, identificam alguma coisa diferente no corpo, um nódulo, mas preferem adiar a ida ao médico por medo do diagnóstico”, afirmou Claudia, destacando que apesar de serem menos atingidos, os homens também podem apresentar casos da doença.

Enfermeira do Posto de Saúde Central, a palestrante Renata da Costa Santos Borges enfrentou um tumor em 2014. Ela falou sobre os desafios do tratamento e ensinou ao público o passo a passo do autoexame. “É muito importante estar atento ao corpo e procurar assistência médica nos primeiros sinais de alteração na mama, onde 95% dos casos diagnosticados precocemente tem grandes chances de cura”, ressaltou Renata.

A dona de casa Maria José Santos Gonçalves, de 58 anos, aprovou a iniciativa. “Sempre faço o autoexame no banho, mas hoje ouvi muita coisa que não sabia, como a importância de procurar um dentista após o diagnóstico de um câncer”, afirmou Maria José. Quem abordou o tema foi a cirurgiã dentista Keide Sylos, do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Maricá.

“Pacientes oncológicos acabam apresentando casos muito grande de imunossupressão (ato de reduzir a atividade ou eficiência do sistema imunológico) e com isso os problemas bucais podem aflorar com facilidade e intensidade. O ideal é eliminar qualquer tipo de foco de infecção bucal antes de iniciar tratamentos quimioterápicos ou radioterápicos”, pontuou Keide.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), o câncer de mama é causado pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. No Brasil, em 2018, as estimativas são de 57.900 novos casos.

2018_10_29_Palestra_Outubro_Rosa_Posto_Sao_Jose-KATITO-1492

Fotos: Katito Carvalho

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Últimas Noticias

- Publicidade - spot_img

LEIA MAIS